Tomar pilula do dia seguinte grávida, A pílula do dia seguinte previne a gravidez, mas não interrompe. Por isso, os sintomas devem ser acompanhados por um médico.

Tomar pilula do dia seguinte grávida

Embora o anticoncepcional de emergência não impeça a evolução da gravidez, uma vez que a implantação do espermatozóide já tenha ocorrido no útero. Se ocorrer de tomar pílula do dia seguinte estando gravida, deve-se procurar um médico imediatamente, essa orientação é dada tanto pelos fabricantes quanto pelo Ministério da Saúde. Então, caso você, futura mamãe, tiver feito uso do método não corra riscos e procure seu médico

Mas em casos que se tomar a pílula do dia seguinte e a fecundação do óvulo já tiver ocorrido o anticoncepcional irá descamar o útero para evitar a implantação do óvulo fecundado. Como dito acima, especialistas afirmam que se o óvulo já tiver sido fecundo a pílula já não surtirá mais nenhum efeito.

De acordo com o Ministério da Saúde não existem registros de efeitos colaterais e/ou secundários, ou seja, anomalias fetais ou aborto, nas mulheres que fizeram uso do contraceptivo estando no período inicial de gestação (primeiro trimestre da gravidez).

Durante muitos anos houve a especulação de que o método poderia ter efeito abortivo. Mas atualmente, o Ministério da Saúde adverte que não há nenhuma sustentação científica que prove que o anticoncepcional de emergência provoque um aborto, nem mesmo em um pequeno percentual de casos.

A incapacidade de o método gerar qualquer sangramento, por pequeno que seja, é para o órgão uma das evidências mais importantes que comprovam que pílula não é capaz de interromper uma gravidez, mas sim de prevenir uma. Lembrando que a mulher só é considerada grávida após a implantação do óvulo fecundado no útero ter acontecido.

O único modo da pílula do dia seguinte causar problemas numa gravidez é quando ela é utilizada de forma excessiva e descontrolada. A gravidez ectópica na qual o feto é gerado fora do útero é a causa mais comum de anomalias fetais, causadas pelo uso maçante do contraceptivo.

A trombose, a embolia, e o câncer de mama também são problemas causados pelo excesso de administração da pílula, principalmente nas mulheres que já tem histórico da doença na família. É bom e aconselhável ter o acompanhamento de um médico por mais que tomar a pilula dia seguinte grávida não afete o seu bebê.

Pílula do dia Seguinte

As informações aqui encontradas são públicas e retiradas da própria internet, não comercializamos nenhum dos medicamentos citados e não incentivamos seu uso. Antes de consumir qualquer medicamento você deve consultar seu médico.